Gêmeas Inglesas sofrem com lei Idiota

By | 13:59 1 comment
Pois é... o que mais se ouve falar é que a Inglaterra é um País super desenvolvido, legalzinho e que por lá tudo é uma maravilha modernosa que dá gosto.
Brasileiro sempre acha que a grama do vizinho é sempre a mais verde e vistosa, e a mulher do vizinho então... Se bem que na Inglaterra de nada vale a mulher ser gostosa ( e dificilmente é ) elas não são chegadas a uma chaca chaca na butchaca.

Para se ter uma idéia de como é cruel a lei Inglesa, é preciso algumas vezes ocorrer a incidência do acaso, do inusitado.
As Gêmeas Lexus e Amber Conway, estão proibidas de compartilharem o mesmo ano letivo, por causa de 45 minutos de diferença entre a idade delas.

Lexus nasceu na noite do dia 31 de agosto. Sua irmã veio ao mundo já nos primeiros minutos do dia 1º de setembro. A legislação britânica determina que, por ter nascido antes do dia 1º de setembro, início do ano letivo na Inglaterra, a gêmea "mais velha" poderá entrar na escola aos 4 anos. Amber, no entanto, terá de esperar até completar cinco anos.

Para piorar a lei Britânica, partidária do lema dura lex sed lex, a lei é dura, mas é a lei, não quer nem saber. Assim é e assim será. Aos pais que sonhavam em manter as irmãs sempre unidas, criando assim um belo laço de amizade , companherismo e cumplicidade resta tentar a briga Judicial.

Se é aqui no Brasil , o jeitinho brasileiro faria o simples... atrasa em um ano a entrada da mais velha na escola e assim ambas entram no mesmo ciclo escolar e pronto.
Mas lá na Inglaterra...

Fonte Planeta Bizarro

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Philipe10:36 PM

    Olá..

    Boa noite.
    Gostaria de informar que mudei o endereço do Blog, o atual que mantenho parceria é o Philipecardoso.com

    Gostaria que mudasse o nome para zoomdigital.org se possível.

    Muito obrigado antes de tudo
    E sucesso para todos nós

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.