BLITZ... DOCUMENTO

By | 04:49 5 comments

Cansado de aguentar os xiliques de quem é abordado no trânsito para ser revistado, um PM de Minas Gerais resolveu escrever uma carta aberta a população do Brasil todo,dando algumas dicas indispensáveis de como se comportar durante uma "dura". Todo o texto abaixo é a reprodução na íntegra da carta.Que aliás é a minha carta na manga, pois estava com uma preguiça danada de postar algo,então reso0lvi postar um dos inúmeros emails que recebo com contribuições ou pedido de dinheiro emprestado,rá... como se esse blog desse grana...

DICAS PARA SE COMPORTAR DURANTE UMA REVISTA POLICIAL

  1. A PM não sai por aí encostando playboy na parede por que gosta. Mas por que o serviço tem de ser feito. Então, quanto mais você enrolar, mais tempo vai demorar a abordagem.
  2. Para quem não quer levar os tradicionais chutinhos no tornozelo a receita é simples: basta abrir as pernas num ângulo mínimo de setenta graus.
  3. Nós fiscalizamos o trânsito, sim. Mas nossa prioridade é o crime. Quem prioriza o trânsito é o DETRAN. Então, quando for parado por uma equipe da PM, não venha tirar documentos do bolso antes que o policial determine. Um movimento precipitado e você pode tomar um tiro nessa sua carinha de criado com a vovó. É muito simples. Primeiro verificamos se você não está portando armas ou drogas, depois verifica-se quem você é e o seu veículo.
  4. A merda do seu carro “tunado”, apesar da viadagem toda, não é único ou exclusivo. Existem muitos iguais a essa porcaria. E esses muitos outros são conduzidos por criminosos. Então quando for parado, não quer dizer que o policial está te perseguindo, ou está com inveja dessa merda. Ele te parou por que você pode ser um bandido, ou seu veículo é igual ao que foi usado num crime qualquer.
  5. Para as mulheres: quando a porcaria do teu namorado for pra parede, não atrapalhe nem dê faniquito. Fique no local onde foi determinado e espere o fim da abordagem, de preferência calada.
  6. Maconha ainda é droga ilícita, e usá-la ainda não está permitido, mesmo que seja uma pontinha de meio centímetro. Então não reclame!
  7. Sempre dizem: VAI PRENDER BANDIDO. Pedimos também que indiquem onde eles estão, e se possível nos acompanhe a delegacia, na condição de testemunha.
  8. Em vários locais já ocorreram crimes chamados seqüestro relâmpago, inclusive nesta cidade. Por isso, quando tu tá no carro com a porcaria da tua namorada e mais 4 boiolas juntos, nós abordamos por imaginar poder se tratar de um desses crimes. Portanto, coopere, desça do carro com as mãos na cabeça e peça pros teus amiguinhos fazerem a mesma coisa.
  9. Deixe essa sua carteirinha vagabunda de OAB guardada na sua carteira ou em casa. Se eu quiser saber tua profissão eu vou perguntar e você apenas vai me responder. Advogado não é autoridade, é um profissional liberal, como um dentista, pedreiro ou moto-boy, e PM não tem medo. Fórum é pra ir mesmo. Boa parte dos policiais hoje também são bacharéis iguais a você. Por sinal os cursos de formação da PM chegam até botar muita faculdade de direito como a sua no bolso.
  10. O famoso “mão pra cabeça” é uma ordem legal que tem auto-executoriedade, ou seja, nós podemos parar quem quer que seja segundo nosso poder discricionário e realizar uma busca pessoal, sem necessitar de mandado específico, o que você já deveria saber, sendo que se diz formado em direito.
  11. Carro não é extensão de domicílio, exceto se você morar nele, portanto TAMBÉM não precisa de mandado e será primeiro revirado e depois fiscalizado e quem sabe autuado e apreendido.
  12. Mantenha-se calado durante a abordagem! A sua opinião não interessa a ninguém!
  13. Também não interessa saber quem é seu pai, mãe, outro parente ou quem você conhece. Exceção feita as suas irmãs e primas. Se forem gostosas, me apresenta.
  14. Não temos inveja de sua condição social ou da porcaria do seu carro; apenas estamos trabalhando em prol da sua segurança. Então sempre agradeça-nos ao término da abordagem.
Siga essas regrinhas simples e todos seremos felizes!





**************************************************************************

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

5 comentários:

  1. olá eu estava sumido não foi?
    Foi o tempo que me é pouco!!!
    Trabalho e estudo!!!
    Pois é, as aulas recomeçaram!!!!
    Aff!! Fico chateado!
    só em pensar na lerda da professora de arquivologia literaria!!!
    Aff!!!
    Mais sempre que der estarei aqui!!!!
    Para lhe prestigiar!!!!

    Forte abraço!!!!

    ResponderExcluir
  2. Dicas valiosas para evitar pentelhação, mas agradecer no final... Não contem com isso.

    Agora um fato curioso... Já fui revistado num fliperama. A polícia entrou, mandou todo mundo ficar com as mãos no alto das máquinas, e até aí tudo bem... Podia ser alguma denúncia...
    Mas ver o "Zangief" tomando porrada e eu não poder fazer nada... rs... Eu tava indo tão bem... Tava dando um cacete no "Vega"...

    ResponderExcluir
  3. que interessante, hein? mas será que dá certo? ehehehe!
    curti o post!
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Eu , com essa cara de Madre Tereza, já tomei uma geral , no carro.Fui parada e o carro revistado.
    Na época meu pai disse: tb com esse colarzinho hippie , de havaianas, acharam vc maconheira filha.Veste um tênis e o colarzinho que te dei...rs...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nas dezenas de "gerais" que eu levei (curiosamente, antes das tatoos nos antebraços), as "autoridades" foram sempre muito civilizadas. Bem, talvez as duas escopetas nas costas e o "38" na nuca fossem exagero...

    Na verdade, as revistas eram inúteis: quando eu tinha alguma coisa em cima (coisa de aborrecente), eles sempre me ignoraram!

    Mas convenhamos, esse PM tem lá a sua razão. Não adianta reclamar mesmo, o Human Rights Watch (e o Ministério Público) nunca tão por perto nessas horas...

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.