Falso: Zika causa sequelas neurológicas em crianças de 7 anos

By | 01:21 Leave a Comment
Será verdade que o Zika causa sequelas neurológicas em crianças de 7 anos?

Mais boatos envolvendo o Zika Virus e o surto de microcefalia que está acontecendo no Brasil: Primeiro foi o boato  que dizia que o mosquisto transgêncio criou a zika e a microcefalia, depois começou a circular áudios e videos no Facebook dizendo que vacina vencida de rubéola causou o surto de microcefalia. Agora o alvo dos boatos seriam crianças de 7 anos que estariam tendo sequelas neurológicas ao pegarem Zika Virus.

Têm circulado em grupos de Whatsapp diversos áudios que mencionam a possibilidade e a existência de crianças menores de 7 anos e idosos com sintomas neurológicos decorrentes do vírus zika 

Falso: Zika causa sequelas neurológicas em crianças de 7 anos


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) esclarece que essas informações não tem fundamentação científica. Até o momento, não há registro de crianças ou idosos apresentando sintomatologias neurológicas relacionadas ao vírus zika. É importante também esclarecer que, assim como outros vírus, a exemplo de varicela, enterovírus e herpes, o zika poderia causar, em pequeno percentual, complicações clínicas e neurológicas em adultos e crianças, sem distinção de idade. Quanto ao vetor, até o momento, não existem estudos científicos que apontem para o envolvimento de outras espécies de mosquitos além do Aedes aegypti na transmissão da doença no Brasil.

O  neurologista da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Marcelo Vieira, está revoltado com esses boatos e lamenta que existam pessoas que se aproveitam do medo e da desinformação para espalharem mentiras e terror na população:
"Juntaram essa informação dos áudios com as da encefalite e criaram essa salada, esse terror, de que o zika vírus pode causar encefalite. Isso foi um ‘florimento’ que quiseram fazer, pegaram as informações que são corretas e reais e por pânico ou maldade e começaram a espalhar nas redes essa teoria da conspiração pura", disse Marcelo Vieira.

Falso: Zika causa sequelas neurológicas em crianças de 7 anos

Ainda de acordo com o especialista, o Zika Virus é um arbovírus primo dos virus da dengue, febre amarela e tifóide. Todo arbovírus pode, ainda que muito raramente, causar doenças encefálicas e microcefalia é uma delas, pois trata-se de uma  encefalite intra-uterina. Ou seja, são bem remotas as chances de crianças ou adultos desenvolverem algum tipo de encefalite por causa do zika vírus, sendo assim, o alerta sensacionalista que cria clima de terror na população é totalmente desnecessário.

“Não existe nenhuma evidência científica que possa correlacionar o vírus zika com o comprometimento nervoso em crianças menores de 7 anos e em idosos”, afirmou o vice-presidente de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fiocruz, Rodrigo Stabeli.

“Pode acontecer uma complicação neurológica  em várias doenças causadas por vírus ou bactérias, mas não há uma preferência por crianças, ou por adultos ou por idosos, e em geral esses sintomas são reversíveis”, acrescentou o diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch. (G1)




Concluindo: É totalmente desnecessário esse clima de terror em relação a possibilidade do zika virus causar doenças neurológicas em crianças de até 7 anos e em idosos.

Apesar do problema poder vira a ocorrer, ele não se restringe a faixas etária e é muito raro de acontecer.

Mas devemos sim, tomar muito cuidado com essa doença, cuidar de nossos quintais, tampar caixa de águas, não deixar nada que possa servir de criadouro desse mosquito ficar exposto ao ar livre.

Os problemas decorrentes da Zika que de fato preocupam é a microcefalia que atingem os fetos, que por si só já é aterrorizante, não precisamos de pessoas imbecis criando falsos boatos

Compartilhe informação verdadeira:



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.