A verdade por trás do leilão da criança de 7 anos feito pelo Estado Islâmico

By | 05:14 Leave a Comment
No dia 12 de Janeiro começou a circular no Facebook uma foto de um muçulmano com uma criança que aparentemente tem uns 7 anos, na legenda da foto está a informação de que o homem estaria fazendo o leilão da pequena criança:

Mas conhecendo o Facebook e a mentalidade ruim das pessoas que dele participam, podemos simplesmente acreditar em qualquer fotomontagem sem que nenhuma outra informação seja fornecida? A minha experiência diz que não. 

Vamos ver a foto e sua legenda acusatória.


Bem, essa foto acima não tem nada a ver com um leilão de crianças. Na verdade trata-se de um concurso para recitação do Alcorão, livro sagrado dos muçulmanos. O chora da criança é exatamente porque ela errou algumas partes da citação e está sendo consolada pelo apresentador. Tudo isso pode ser visto no vídeo abaixo:




A foto que tem circulado dizendo que os Jihadistas estariam leiloando a menina loira  ( em algumas versões fala-se que ele está casando com ela) e mentira.

Mas, apesar dessa foto ser uma montagem,  o jornal inglês Daily Mail publicou uma reportagem que mostra mais de perto um aspecto amplamente ignorado fora do mundo islâmico: o mercado de escravas sexuais.

Previsto pelo Alcorão na Sura 4:24, a prática é explicitada em tempos de guerra – como a que os soldados do EI acreditam estar lutando. Eles não podem, contudo, usar muçulmanas para isso, portanto atualmente o leilão entre eles é com prisioneiras cristãs e yazidies, uma minoria religiosa do Curdistão.

Um vídeo encontrado no celular de um miliciano mostra um pouco como funciona a venda de mulheres capturadas pelos fundamentalistas. Outros relatos, como os da organização não governamental Humans Rights Watch, mostram testemunhos de mulheres que serviram como escravas contando que crianças também são compradas e vendidas.
Em pouco mais de dois minutos, eles riem e fazem piadas sobre as mulheres. Embora nenhuma delas seja mostrada, há menções que muitas têm apenas 15 anos de idade. Quando falam sobre o preço, um deles compara uma moça com o valor de uma pistola Glock usada. Outro diz que o negócio só será fechado depois que ele olhar os dentes da prisioneira.
Os militantes avisam que mulheres bonitas e de olhos azuis ou verdes custam mais caro. Um dos combatentes explica que isso “está escrito”, numa referência ao Alcorão. Outro esclarece que está procurando uma “menina”. Há inclusive um adolescente no vídeo, que parece familiarizado com o processo.
No final, eles parecem olhar fotos em um celular, mas sem esclarecer onde elas estão. Ao demonstrar interesse por uma delas, ouve que aquela já morreu. Ele apenas ri. Segundo dados de especialistas da Universidade de Oklahoma, o número de mulheres capturadas por militantes do Estado Islâmico pode ser de sete mil.

Veja o vídeo:


A reportagem em Inglês pode ser vista na integra no Daily Mail "ISIS's 'Slavery for Dummies': Jihadists compile chilling checklist of how to treat thousands of kidnapped sex slaves "


Mas lembre-se, quem faz essas práticas são os extremistas do Estado Islâmico, os Jahadistas e não todos os  muçulmanos . Isso é muito importante saber separar.





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.