Comprovado: Cartas de Chico Xavier eram reais! Será mesmo?

By | 20:14 Leave a Comment
As conclusões de que as cartas de Chico Xavier eram reais até então passavam meio que despercebidas pelo grande publico, devido a sua finalização ter sido apresentada em Setembro de 2014 em uma revista de pouco impacto, a Explore, e somente começaram a ganhar forças em 26 de Dezembro após o Globo ter dado importância a matéria

A partir daí diversos blogs começaram a replicar a notícia do resultado da pesquisa e claro, para ganhar cliques usaram do sensacionalismo  afirmando que Chico Xavier realmente recebia mensagens dos mortos, ou melhor, dos espíritos.


Aqui não será debatido, ao menos no texto, se existem espíritos ou não, e nem se eles são capazes de se comunicar com os vivos. Esta postagem visa tão somente falar sobre a pesquisa e seu resultado.

A pesquisa pode ser lida na integra aqui: Mas para ler você vai ter que pagar... Hahahah, não, não é uma piada.

A pesquisa foi feita pelo Núcleo de Pesquisas em Espiritualidade e Saúde (NUPES-UFJF) – liderada pelo psiquiatra e espírita (claro) Alexander Moreira de Almeidae. Foram analisadas 13 cartas psicografadas por Chico Xavier cuja autoria foram atribuídas ao morto por afogamento Jair Presente... 

Mesmo Tendo Chico Xavier escrito cerca de 10 mil cartas , toda a pesquisa se limitou a essas 13 cartas escritas em 1974, há 40 anos atrás. Ora, isso é muito pouco para servir como prova de algo, principalmente se a intenção for de descartar fraudes.

Pois bem, essa pesquisa tentava descobrir se há 40 anos atrás não ocorreram vazamentos de informações para Chico Xavier e se as informações contidas nas cartas são verdadeiras ou não.

Para medir se houve vazamentos, foi criada uma escala de 1 a 4, onde 1 seria "muito pouco provável" e 4 seria "definitivamente vazou"

Para medir se aconteceu de fato o que foi narrado na carta, foi criada uma escala de 1 a 2, onde 1 significa: "Não bate com a verdade", e 2 significa "Bate Completamente com a verdade".

A metodologia da pesquisa incluiu também entrevistas em profundidade com familiares e pessoas que tiveram acesso aos fatos, além da checagem de recortes de jornal e de outros documentos. Tudo isso ocorrido há 40 anos atrás.

Sim, parece piada, mas foi exatamente esse o "método científico" usado pela NUPES, que todos sabem é um núcleo gerido pela turma do espiritismo, assim como também o é Alexander, o chefe da pesquisa.

Coisas corriqueiras que normalmente aconteceriam em qualquer lar, como, "eles me abraçaram , eles choraram, minha mãe foi ao meu quarto" etc, foram classificadas como "Bate perfeitamente" e que "não vazaram."

Ou seja, somos obrigados acreditar que o escriba não teve informações de fora, simplesmente porque a pesquisa diz que foi assim, sem nenhuma prova, apenas o método de perguntar as pessoas fatos ocorridos há 40 anos atrás.

Os autores concluem:

Os resultados da nossa investigação sugerem que as cartas de Xavier transmitiram informações precisas e exatas, e que explicações normais para elas (por exemplo fraude, sorte, vazamento de informações e leitura fria) são apenas remotamente plausíveis.

E adicionam um toque de filosofia da mente:

Esse estudo parece oferecer suporte empírico para teorias não-reducionistas da mente humana.

Ora, caro leitor, onde então está tudo certo, essa pesquisa em nenhum momento prova que Chico Xavier recebeu as cartas dos mortos, apenas "prova" que as informações contidas nas mesmas seriam verdadeiras e dificilmente seriam frutos de vazamentos...

Então tá.





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.