Estádio Itaquerão do Corinthians esconde prisão subterrânea

By | 10:02 Leave a Comment
Quando se fala que para internauta ingenuo, toda bobagem é pouca para ele acreditar, não se fala a toa. Por mais incrível que possa parecer, muita gente anda acreditando em um texto muito doido e sem pé nem cabeça que anda circulando pelo Facebook, dizendo que o Estádio do Itaquerão do Corinthians esconde uma prisão subterrânea que seria usado pelo governo Lula para prender inimigos políticos como supostamente ocorria na ditadura.

Leia abaixo o texto que conta a aventura fantasiosa de um torcedor que se deparou sem querer com uma sinistra prisão escondida nos calabouços do estádio do Corinthians.

“Eu nunca liguei para política, mas sempre fui fanático pelo futebol. Tanto que votei no PT nas últimas eleições porque o Lula tinha prometido que iria fazer a Copa do Mundo do Brasil, e esse era meu sonho desde que eu era um garotinho. Por isso, quando o pessoal começou a fazer protesto contra a Copa, cobrando melhores serviços públicos e o fim da corrupção, eu tive vontade de mandar todos pra pqp, e dizer para deixarem o PT em paz porque ele fora o único partido que resolveu tomar uma atitude para melhorar o país trazendo a Copa do Mundo.
Mas depois do dia 12, tudo mudou. Fui ao Itaquerão assistir o jogo de abertura da Copa, Brasil e Croácia, e estava cheio de emoção e ansiedade. Quando o hino do Brasil começou a tocar, coloquei a mão ao peito e chorei de felicidade, um momento incrível, que só foi estragado pelos ataques à presidenta Dilma realizados por um monte de ingratos. Tive vontade de matar o time inteiro da Croacia depois de pouco tempo, mas logo tivemos a chance de mudar tudo com um pênalti muito justo.
Chegou a hora do intervalo e eu resolvi aproveitar para ir ao banheiro, pois tinha bebido pra lá de uns 2 litros de budweiser. Mas, como o estádio é novo e eu estava bêbado, não conseguia achar o banheiro, e me perdi. Andei um bom tempo, desci escadas, entrei em corredores escuros, dobrei esquinas e nada de achar o banheiro. Em vez disso, achei coisa muito pior.
Após abrir a centésima porta, dei de cara com um pavilhão imenso, muito escuro e todo dividido em vários corredores, formados por inúmeras celas. Era uma imensa prisão subterrânea, construída bem debaixo do Itaquerão. Nas paredes, bandeiras com a foice e o martelo, o símbolo do comunismo, e posteres enormes com o rosto do Lula ao lado do Fidel Castro, Hugo Chávez e Stálin (uma montagem de photoshop, pois os rostos de todos estavam vermelhos). No teto estava escrito “Gulag Itaquerão”.
Fiquei com o coração na boca, quase não conseguia respirar de tanto horror que senti naquele momento. Fiquei tonto e acabei vomitando no chão. Isso ao menos me ajudou a ficar menos bêbado e mais calmo, e então comecei a tentar fugir dali. Me perdi várias vezes, mas acabei conseguindo voltar à superfície bem na hora que o jogo tinha acabado, e tentei sair de lá sem dar muita bandeira.
O que eu presenciei é a prova de que o PT está planejando dar um golpe comunista em breve. Como fui tolo! Eu, que sempre amei o futebol, jamais poderia imaginar que os estádios construídos para sediar a Copa do Mundo eram na verdade fachadas para imensas prisões para os inimigos do regime comunista que está por vir. É por isso que eles estão todos superfaturados, o dinheiro todo foi utilizado para fazer esses gulags petistas.
Tenho certeza que sob cada estádio construído para a Copa se esconde uma dessas aberrações sinistras que servirão para matar e torturar milhões de pessoas inocentes…
Não revelei meu nome porque tenho medo. Acho que ninguém me viu na prisão, mas talvez eles consigam rastrear meu DNA por causa da poça de vômito que deixei lá. Estou saindo do Brasil o mais rápido possível, vou pedir asilo em Miami, acredito que lá estarei seguro.
Recomendo que todas as pessoas de bem façam o mesmo. E que deixem de assistir futebol, que é o ópio do povo”"

O que significa Gulag:

"Gulag Itaquerão": Até que o fantasioso torcedor que deve ter misturado algumas ervas malditas ou boa dose de LSD em sua cerveja para mergulhar nessa aventura de Alice, não é de todo um bobo, ainda que confunda bastante os alhos e os bugalhos. Gulag era o nome dado aos Campos de trabalho forçado da ex-União Soviética (URSS), criados após a Revolução Comunista de 1917 para abrigar criminosos e "inimigos" do Estado.

Essa bobagem de se colocar cadeias nos estádios nem mesmo é uma novidade, e provavelmente foi inspirada no governo FHC, quando o então Ministro dos Esportes Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, queria e ainda quer implementar cadeias nos presídios, chegando até a fazer durante os jogos durante a sua gestão com declarou em entrevista a Folha:

" Quando eu estive no ministério, nós fizemos um trabalho bem forte e sério com respeito à violência. Fizemos até cadeia embaixo das arquibancadas dos estádios para botar os delinquentes. Depois que saí, pararam com isso.”

Ou o boato pode ter se inspirado no desejo do Tribunal de Justiça que quer transformar temporariamente a Arena da Amazônia em centro de triagem de presos.

A ideia de se construir cadeias ou centro de triagens de presos em estádios  real, mas  longe de existir qualquer campo de concentração dentro dos estádios, oras é mais lógico, plausível e minimamente inteligente se implementar tais campos em locais afastados e discretos e não em um estádio e pelo visto sem qualquer segurança e com portas abertas.

Quem quiser acreditar em bobagens que acredite, é até legal para rir.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.