Ipea errou: 26% dos brasileiros apoiam ataques a mulheres, não 65%

By | 16:50 Leave a Comment
A pesquisa que revoltou o Brasil , feita pelo  Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada ( IPEA)que indicava que 65% dos brasileiros apoiavam ataques a mulheres com roupas curtas. Na verdade, o índice é de 26%.

o erro foi causado pela troca do gráfico, na verdade o resultado final mostra que 70% discordam totalmente que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas” e 3,4% se declararam neutros.

Veja na integra a nota de esclarecimentos do IPEA:

Vimos a público pedir desculpas e corrigir dois erros nos resultados de nossa pesquisa Tolerância social à violência contra as mulheres, divulgada em 27/03/2014. O erro relevante foi causado pela troca dos gráficos relativos aos percentuais das respostas às frases Mulher que é agredida e continua com o parceiro gosta de apanhar e Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas. Entre os 3.810 entrevistados, os percentuais corretos destas duas questões são os seguintes:
Pesquisa que apontava que mulher deveria ser atacada por usar roupa sensual estava errada.

O outro par de questões cujos resultados foram invertidos refere-se a frases de sentido mais próximo, com percentuais de concordância mais semelhantes e que não geraram tanta surpresa, nem tiveram a mesma repercussão. Desfeita a troca, os resultados corretos são os que seguem. Apresentados à frase O que acontece com o casal em casa não interessa aos outros, 13,1% dos entrevistados discordaram totalmente, 5,9% discordaram parcialmente, 1,9% ficou neutro (não concordou nem discordou), 31,5% concordaram parcialmente e 47,2% concordaram totalmente. Diante da sentença Em briga de marido e mulher, não se mete a colher, 11,1% discordaram totalmente, 5,3% discordaram parcialmente, 1,4% ficaram neutros, 23,5% concordaram parcialmente e 58,4% concordaram totalmente.

Link da errata: ipea.gov.br
Siga Estimulanet no Facebook



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.