Breaking News

Estimulanet , Desafio ONU: 10 minutos sem celular = 1 dia de água potável para crianças necessitadas , DICAS DE SITES ,

Desafio ONU: 10 minutos sem celular = 1 dia de água potável para crianças necessitadas

Nem só de fome morrem pessoas que vivem em locais de miséria total, muitos morrem de sede ou por beberem água não potáveis, impróprias para o consumo.

Atualmente existem cerca de 768 milhões de pessoas que não possuem acesso a água potável, muitas estão aqui mesmo no Brasil. Para tentar diminuir um pouco esse flagelo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), criou uma campanha em que o interessado fica sem celular por pelo menos 10 minutos, e em troca ela, a UNICEF, doará 1 dia inteirinho de água para os que dela necessitam.

A brincadeira funciona assim: A pessoa pega o seu celular, acessa o site da campanha, baixa o app coloca o celular em uma superfície rígida ( a mesa por exemplo) e clica em start ( no aparelho, claro). A cada 10 minutos sem mexer no aparelho, se conquista 1 dia de água potável para crianças necessitadas.



O recorde da campanha é de 275 horas de celular imóvel, o que significa 1 dia de água potável para 1600 crianças carentes. No app existe um sensor que detecta o menor movimento do aparelho, se der uma leve mexida, pimba, game over.

As doações são feitas por patrocinadores particulares e empresas. Giorgio Armani Fragrances, um dos patrocinadores da campanha, vai doar até 75 mil dólares com base na quantidade de voluntários que usarem o aplicativo.
Você deve estar se perguntando... mas e se ninguém topar a brincadeira não terá doação? Claro que sim, o dinheiro já está doado, e muito mais continua sendo doado, a brincadeira é apenas uma forma de pessoas comuns se sentirem ajudando a causa, e claro incentivar a elas mesmo fazerem doações, que podem ser a partir de $5 (dólares)




Siga Estimulanet no Facebook



Nenhum comentário

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.