Chinês faz amor com o banco da praça

By | 10:53 1 comment
Todo mundo sabe que quando bate a libido, o homem não pensa direito, ao invés de raciocinar com a cabeça que vive de neurônios , usa a que vive de hormônios, e muitas vezes acaba se metendo em situações bastante constrangedoras. Mas o chato mesmo é quando uma dessas situações constrangedoras e bizarras precisam da ajuda de equipes de resgate, e aparecem fotógrafos e cinegrafistas para cobrir o "grande evento"

Em Hong Kong, um cidadão de 41 anos, cujo nome não foi revelado - menos mal , mané - andava tristonho pelo parque Lan Tian. Era madrugada de quarta-feira, parquinho vazio... nada pra fazer, nada pra brincar... até que ele olhou para um banco da praça. Um banco de metal com furinhos, muito furinhos. E não é que a cabeça de cima do cara parou de funcionar, e a de baixo começou a se manifestar? Ver aqueles buracos todos, despertou nele uma libido surreal.
Sem pensar duas vezes o chinês abriu o zipper, botou o bigulim pra fora, deitou no banco e começou a fazer amor com o banco. Isso mesmo, com o banco.
E lá estava ele no maior love com seu amado banquinho, até que chegou finalmente a hora de virar pro lado, fumar um cigarrinho e dormir... mas não conseguiu; seu amiguinho estava preso no buraquinho do banco.
O China maluco ficou engatado que nem cachorro vadio. Desesperado ele pegou o celular e chamou a polícia, que chamou os bombeiros, que não conseguiram desengatar o cara ali na praça e resolveram levar ele com banco e tudo para o hospital.

Mas que exagero, bastava jogar agua fria que desengatava.

Vejam a foto do chinês que fez amor com o banco da praça, e comprove você mesmo se é ou não verdade o que falam sobre o tamanho do pintinho chinês.



Informações recentes dizem que agora o banco passa bem... alargaram-lhe o buraco.

Fonte: G1

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Muitos buracos a toa...
    Eita povo doido!!!Um que se joga com a amante inflavel outro que aproveita as amostras grátis e publicas.
    Cada uma...

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.