O Brasil procura

By | 00:05 1 comment

DIVULGUE ESSE POST E AJUDE A ENCONTRAR ESSES CRIMINOSOS

Não se enganem com a carinha de anjinhos ou de moços de boa família! De repente são mesmo de boa família, mas a índole, o caracter, a dignidade é, no mínimo, duvidosa!



Depois de sequestrar, pedir o resgate e receberem o valor, esses dois aí [como eu gostaria de xingar!] executaram o administrador Matteo Lorenzetti, de 27 anos, com um tiro na nuca!



GOSTARIA DE FAZER UM APELO À POPULAÇÃO: QUEM TEM NOTÍCIAS, VIU OU SABE AONDE ESTÃO OS FORAGIDOS DENUNCIEM

Delegado da DIG de S.José dos Campos Dr. Paulo Pereira de Paula responsável pelo caso. Tel (12) 3916-5529 (12) 3916-5750

ou

197 - Não é necessário se identificar.

OBRIGADA PELO CARINHO E APOIO, DIVULGUEM O PERFIL E AS FOTOS À TODOS OS AMIGOS!

LINK DO FANTÁSTICO:

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM788209-7823-FAMILIA+BUSCA+ASSASSINOS+DE+MATTEO,00.html

CAM

ILA VASCONCELOS FRANÇA e o namorado GABRIEL FREITAS BATISTA, de 19 ANOS, participaram de TODAS as ETAPAS do SEQUESTRO.

O casal de jovens é de classe média. Camila é estudande e filha de um oficial dentista da polícia militar, morava no Vila Ema. Gabriel é jogador de tênis, morava no Jardim Aquárius. Os dois ainda ficaram em S.José dos Campos por alguns dias depois do crime. FUGIRAM quando a polícia prendeu dois rapazes que participaram do sequestro.

"A partir do momento que os dois souberam que o crime havia sido esclarecido eles saíram do estado", afirma o delegado Paulo Pereira de Paulo.

O CASAL É PROCURADO E ESTÁ COM PRISÃO PREVENTIVA DECRETADA PELA 5º VARA CRIMINAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS POR TER PARTICIPADO DO SEQUESTRO SEGUIDO DE MORTE DO EMPRESÁRIO MATTEO LORENZETTI DE 27 ANOS, NO DIA 21 DE JUNHO DE 2007 EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS.

O CRIME

O administrador Matteo Lorenzetti, de 27 anos, foi executado com um tiro na nuca após ter sido vítima de um seqüestro na região sul de São José dos Campos. A família pagou o resgate, mas os criminosos não libertaram o refém, nascido na Itália e morador do Jardim Aquarius, bairro nobre na zona oeste.

A brutalidade do crime chocou a própria polícia, que definiu o caso como uma “questão de honra” para a corporação. Matteo Lorenzetti, foi morto com um tiro à queima-roupa. O corpo foi encontrado pela polícia na estrada da Litáurica, no Parque Interlagos, na zona sul de São José dos Campos.

A ação dos criminosos teve início por volta das 20hrs, quando a vítima deixou a empresa “Intercarta Comércio Importação e Exportação”, onde trabalhava na avenida Cidade Jardim, na zona sul. Matteo Lorenzetti havia trabalhado até mais tarde. Foi o último a sair. Ao deixar a empresa, ele foi rendido pelo grupo de criminosos.

O alarme da empresa chegou a ser acionado, pelo sensor de movimentos. Em seguida, a equipe de segurança telefonou para a vítima. Pressionada, ela informou que não havia problema algum. Em poder da quadrilha, Matteo Lorenzetti foi colocado em seu carro, um Ecosport cinza. Os seqüestradores deixaram rapidamente o local, levando o refém.

CONTATO - Cerca de uma hora e meia depois, Matteo Lorenzetti ligou para a casa da família. Novamente forçado pelos criminosos, ele declarou ao pai que seu carro estava quebrado, na avenida Jorge Zarur, no centro. O pai, dono da empresa em que o filho trabalhava, atendeu o pedido e foi ao ponto indicado, ajudar Lorenzetti.

Chegando lá, ele viu o carro do filho e desceu do carro. Ao se aproximar do Ecosport, o pai percebeu a presença de três homens encapuzados, junto ao administrador. Um dos suspeitos mandou que o pai entrasse no carro. O comerciante recusou e retornou ao seu veículo, fugindo em seguida.
RESGATE - Pouco depois, o pai recebeu uma ligação da quadrilha. No telefonema os criminosos anunciaram o seqüestro. Em meio à negociação, ficou acertado o pagamento. O resgate deveria ser deixado na sede da empresa, em um saco de lixo, preto.

Depois de recolher a quantia, o pai cumpriu o acordo e deixou o dinheiro em frente à empresa Intercarta. Por volta das 22h30 ele viu o grupo, encapuzado, recolhendo o resgate e fugindo. Um novo telefonema foi feito.

Na ligação a quadrilha informou que Lorenzetti seria libertado em breve.

EXECUÇÃO - Sem notícias do filho, o comerciante acionou a Polícia Civil, que passou a acompanhar o caso.



[Perfil do Orkut com a história completa]

[Fotolog]

[Vídeo da Reportagem do Fantástico]



____________________________________________________________



[Divulguem, POR FAVOR]

P


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. é muito triste receber essas notícias, mas acehi excelente a divulgação aqui no blog.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados, isso significa que ao clicar em enviar, eles não são publicados imediatamente, e sim após serem analisados.